A TRADUÇÃO DOS CLÁSSICOS E O PÓ DAS BIBLIOTECAS