O presente trabalho pretende questionar a posição de Mário de Andrade em relação à especificidade do português brasileiro (PB) através da análise das anotações em textos avulsos conhecidos como A Gramatiquinha da fala brasileira, que, recentemente, recebeu uma edição comemorativa do Instituto Guimarães Rosa (Fundação Alexandre de Gusmão, 2022), organizada por Aline Novais de Almeida. A partir desse pressuposto, tentaremos delinear a reação do autor ao uso exclusivo, até então vigente, do padrão europeu em âmbito literário, evidenciando a tentativa utópica de reduzir a relação diglóssica brasileira através do emprego de traços típicos da emergente gramática brasileira na escrita literária, tanto nos diálogos, quanto na narração e descrição.

The present work focuses on the position of Mário de Andrade in relation to the specificity of Brazilian Portuguese (BP) through the analysis of the annotations in A Gramatiquinha da fala brasileira, which has recently been published in a commemorative edition edited by Aline Novais de Almeida of the Guimarães Rosa Institute (Alexandre de Gusmão Foundation, 2022). In order to do this, the analysis describes the author’s reaction to the exclusive use of the standard variety of European Portuguese in the literary domain, with particular attention to the utopian attempt to reduce the Brazilian diglossic relationship through the use of typical features of the emerging Brazilian grammar in literary writing, both in dialogues and in narration and description.

De Rosa, G.L. (2022). A Gramatiquinha da Fala Brasileira de Mário de Andrade e a Questão da Língua no Modernismo Brasileiro. CULTURA LATINOAMERICANA, 36(2), 310-324 [10.14718/CulturaLatinoam.2022.36.2.14].

A Gramatiquinha da Fala Brasileira de Mário de Andrade e a Questão da Língua no Modernismo Brasileiro

De Rosa, Gian Luigi
2022-01-01

Abstract

O presente trabalho pretende questionar a posição de Mário de Andrade em relação à especificidade do português brasileiro (PB) através da análise das anotações em textos avulsos conhecidos como A Gramatiquinha da fala brasileira, que, recentemente, recebeu uma edição comemorativa do Instituto Guimarães Rosa (Fundação Alexandre de Gusmão, 2022), organizada por Aline Novais de Almeida. A partir desse pressuposto, tentaremos delinear a reação do autor ao uso exclusivo, até então vigente, do padrão europeu em âmbito literário, evidenciando a tentativa utópica de reduzir a relação diglóssica brasileira através do emprego de traços típicos da emergente gramática brasileira na escrita literária, tanto nos diálogos, quanto na narração e descrição.
The present work focuses on the position of Mário de Andrade in relation to the specificity of Brazilian Portuguese (BP) through the analysis of the annotations in A Gramatiquinha da fala brasileira, which has recently been published in a commemorative edition edited by Aline Novais de Almeida of the Guimarães Rosa Institute (Alexandre de Gusmão Foundation, 2022). In order to do this, the analysis describes the author’s reaction to the exclusive use of the standard variety of European Portuguese in the literary domain, with particular attention to the utopian attempt to reduce the Brazilian diglossic relationship through the use of typical features of the emerging Brazilian grammar in literary writing, both in dialogues and in narration and description.
De Rosa, G.L. (2022). A Gramatiquinha da Fala Brasileira de Mário de Andrade e a Questão da Língua no Modernismo Brasileiro. CULTURA LATINOAMERICANA, 36(2), 310-324 [10.14718/CulturaLatinoam.2022.36.2.14].
File in questo prodotto:
Non ci sono file associati a questo prodotto.

I documenti in IRIS sono protetti da copyright e tutti i diritti sono riservati, salvo diversa indicazione.

Utilizza questo identificativo per citare o creare un link a questo documento: https://hdl.handle.net/11590/425812
Citazioni
  • ???jsp.display-item.citation.pmc??? ND
  • Scopus ND
  • ???jsp.display-item.citation.isi??? ND
social impact